segunda-feira, 18 de junho de 2012

Quem lucra com as infinitas crises?



Falam tanto em crise, mas o que é uma crise? E a pergunta mais importante...Porque ela existe ( a quem ela faz lucrar )?
Da mesma forma que guerras em estados afastados no continente Africano geram lucros exorbitantes com tráfico de armas, em troca de pedras preciosas. venda de armas para milicias que em troca vendem drogas em seu extrato bruto, tráfico de mulheres no leste europeu em países não tão desenvolvidos que ainda sofrem com infraestrutura.

A fome que se gera inflacionando o bem de consumo necessário, a sede que é financiada em cidades que não vemos na TV, como protótipo de algo que querem que se torne real para outros estados mais avançados, para serem uma nova metodologia de mercado a ser exportar.

A desgraça é um mercado extremamente lucrativo...não é a toa que o crime organizado movimenta bilhões de dólares sem tributação alguma pelo mundo ( e talvez seja a principal razão pelo seu combate, tributação ao invés do vicio ). O vicio movimenta o negócio, mas se fosse tributado como o álcool e o cigarro, talvez fosse combatido com menor força. Mas tudo é mercado.

A morte é um mercado promissor. Quem comanda o exército não precisa estar no fronte sangrando. Quem vende armas a países subdesenvolvidos com histórico de guerras tribais, não precisa entender de geografia ( e nem quer saber!), mas precisa saber de finanças.

Agora a parte mais importante, a quem interessa uma crise na Europa? A quem interessa uma quebra em um bloco consolidado a quase duas décadas, e uma moeda forte que derrubou outra que era uma unanimidade internacional? Não digo mais em nações, pois o tempo das nações se passou...agora temos empresas, transnacionais. Oligopólios estão nos lugares de nações.

Bancos financiam o mundo moderno, sem gerar nada! Emprestam dinheiro alheio e geram lucro pra si, com o empréstimo do dinheiro de outrem, e assim se tornam as maiores empresas do mundo. Agiotagem é crime (se feito por pessoas não jurídica de pequeno porte)...mas feitas por corporações e com leis bem fundamentadas, até fica legal.

Com essa nova desgraça se repetindo, alguém se pergunta no novo mundo: "quem está ganhando? Quem está lucrando?". Não é mais os países dos “negros e muçulmanos” que estão sendo molestados; é a economia mundial, que age em forma de cascata. E quem será o vilão por detrás da poltrona, alisando o gatinho? Quem são os vis vilões por detrás desse plano pérfido?




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget