terça-feira, 28 de novembro de 2017

The Darknest Night






Why is it all have to end? Suddenly have no more fight.
There are days that are pure night. The darknest night.
Is by our side and then break up. Sometimes the pain is too much, why does it have to go?
And as if we did not want to, we left. Why do you have to go?



Even with so much love, we want to leave.
We leave from here, abruptly, cant believe.
As much as we can suport, the pain is too strong,
There is no way to keep, there is no way to suport so long.



Why is it all have to end? Suddenly have no more fight.
Sometimes the pain is too much. It's by your side and part, how might?
There is no explanation, wake up is not an option, sleep does not come,
IT seems without reason, for you there is no more home.

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Me, Myself and My Selfie




I divulge my happiness in images, it should be pleasant, perhaps?
I'm so vain, I'm going to post my happiness that so much pleases me by my apps.
My photos, my videos, my self-esteem.
Narcissus would be envious of me (and why do I do that?). It seems like I live in a dream.



I try to understand why I am entertained with my own image,
But I do not get an answer that satisfies, not at this stage.
And satisfaction is what I desire, quick and immediate. I, for myself;
For a moment, a flash that viralizes. My Selfie.




The beaches I went to, the world I met, I want you to enjoy with attention,
You may be envious. Cursed is Mun' Ra who can not stand to see his reflection,
Imagine how painful it must be for a vampire not to see himself in the mirror.
He would have to live on selfies. Maybe we're a bit of a vampire, a new linage in terror.
Sucking a little of the images of the world. All the beauties of others,
We feed on futility, for what? Because? I do not know. Ask the others.

In The Vain





How many drugs can run in your vein? How much do you need to numb life with truth, so vain?
Drugs seem to flow from life. Like magic, as if it were more than a need.
Everything tends to be so bad until it's over, indeed.



Narcotics no longer respond to difficulties. With a gulp, swallow: forgett and forgive, all the lies.
How many drugs need to flow in the vein? How much do you need to numb life?
The costs of death are expensive, the costs of living are more expensive, even without understanding the purpose of life.



As if it were pure magic or as if it were much more than need (more than the finger on the wound).
The remedies turn placebo in the bloodstream. The mind works the madness function 24 hours a day for each round.


Madness assumes the mind that seems to have no owner. Chaos reigns in reality.
What is the meaning of everything? In this immensity, reason is without reason? What is the use of this rationality?
Disorder is how it is called. Its name has already lost its meaning (just be a number) in the world of inequality.
Everything leads to being so bad. Drugs seem to flow eventuality.

domingo, 28 de maio de 2017

O Destino Tende A Se Modificar

A vida tende a nos levar a qualquer canto,
O destino a jogar tudo em nosso colo sem qualquer encanto,

Tudo tende a se modificar,
A cada suspiro, a cada martírio, se angustiar,
Esperamos, esperamos, esperamos, ansiosos,
Como não poderíamos deixar de ser, a sós,

Mesmo em multidões algozes, ferozes,
Sentimento voa pela janela, sentimentos vorazes,
O que permite saber e ser?
O que te permite fingir ser?

Antes que o mundo me quebre, preciso dizer sobre a paz que sinto,
Antes que eu suma dentro de mim, preciso dizer que não minto,

Há tanta beleza que não consigo me conter,
Há tanto a se fazer, há tanto querer,
Preciso abrir o coração antes que ele seja pisoteado,
Preciso me declarar a vida antes de ser atacado,

Antes de qualquer coisa, preciso me apaixonar novamente,
Um pedaço da vida em mim. Tristeza comovente.

domingo, 23 de abril de 2017

Hoje é Dia de Lembrar de Sonhos

O que tem para hoje é lembrar de sonhos,
Sonhos que foram sonhados a dois, cheios de carinhos,
Hoje é dia de deixar a mente levar,
A um futuro do pretérito que se foi sem passar,
Sonhos sonhados juntos,
Planos, velhice, filhos,


Cenas ensaiadas, mas esqueceram de avisar os atores,
Que o enredo mudou, o texto mudou, mudou-se até as dores,
Hoje foi dia de lembrar do vento no litoral,
Cavalos marinhos, brisa do mar, e o triste final,
O universo onírico nos deveu um universo, um mundo;
A vida nos deu um destino avesso, desnudo;
Hoje foi dia de sonhar acordado os sonhos passados,
Que sonhos do futuro não se percam em nossos pecados.

segunda-feira, 27 de março de 2017

Nem Posso Pensar Em Sentir Saudade



Nem posso pensar em sentir saudade,
A lágrima cai sem nenhum aviso, com cumplicidade,
Dizem para o homem não chorar,
Deve ser para a maquiagem não borrar,

Não falta sentimento para cair a lágrima,
Pesa uma tonelada essa lástima,
Parecem que estão espremendo a alma,
Rasgando seu bem-estar e sua calma,
Nem por um segundo posso pensar em saudade,
Vai que me vejam chorando e achem que eu tenha humanidade.

quarta-feira, 22 de março de 2017

Força Motriz



O amor é tão forte que fere e desatina,
Sinta o remoer dentro de si, te impregna.
O amor é tão sublime que o faz enlouquecer,
Sinta a loucura tomar conta do seu ser,
Cheio de surpresas e contradições,
Quem pode explicar o destino em ocasiões?

Tudo pode mudar em uma tarde,
O inteiro se torna metade,
Toda a certeza se torna dúvida,
Como proceder e tocar a vida?
Sentimento se transforma,
E o amor não se conforma,
Quer para si toda atenção,
Como viver nessa inquietação?

A Solidão Ensina



Há tristeza que seca até as lágrimas,
Há angústia que não aguenta tantas lástimas,
E o amor, ficou para depois, para outro dia,
E o amor morreu antes de nascer, quem diria...

A solidão ensina da pior maneira,
A exclusão é a mestra de carreira,
Existe castigo pior para o vilão,
Que morrer de amor em vão?

Se desfazer em solidão,
Cabeça e coração não fica nenhum são,
Quanto mais há de aguentar em vão?
Quanto mais de amor despedaçarão?

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Boa Noite, Hoje Meu Nome É...

Boa noite, hoje meu nome é tristeza.
Não sei como amparar esse coração cheio de delicadeza,
Na estação que passou pensei encontrar Deus,
Mas faz parte do delírio que acomete os seus,

Boa noite, hoje meu nome é desespero,
Como encontra coragem para viver com tanto despreparo?
A noite caiu, e com ela a chuva que inunda,
Tenta lavar a mente e coração dessa vida imunda,

Boa noite, hoje meu nome é angústia,
Mais um dia sobrevivendo em meio a penúria,
Mais um dia para sofrer na carne e na alma,
Porque dizem para ter tanta calma?

Boa noite, hoje meu nome será saudade,
Como viver sem ter amor de uma cara metade?
Ousou amar o que não poderia amar.
Como foi o fim dessa história de amargar?

Lição Aprendida


Queria deixar para lá. Sem entristecer,
Mas as lembranças não me deixam esquecer,
Coração bate mais forte, intenso. Faz doer,
Quero não precisar ouvir. Ensurdecer,
Não ver, nunca mais. Me perder,

Mas a vida não se faz esquecer,
Não consigo me perder,
Não tenho como não sentir,
Vivo para remoer, persistir.
Qual aula recebo da vida?
Qual foi a lição aprendida?
Ocorreu um erro neste gadget