domingo, 17 de junho de 2012

...E a informação o libertará!


O que falta não são livros, e sim interesse em ler. Existem novas portas e janelas que se abrem na mente a cada informação nova. Quando a percepção se estende a algo mais, sentimos o tanto que aprendemos e quanto falta para sabermos que ainda estamos vivendo com uma ignorância esclarecida.

É preciso uma libertação das correntes tendenciosas. Informações pré-formadas e moldadas para caber a propósitos de certos grupos para proveito próprio. É capaz que utilizem os mais pobres como fonte de energia alternativa! Resolvem o problema da super polução, questões sociais e de pseudo-castas, e ainda contribuem com a atmosfera...lindo!

Será difícil darem acesso a informação, seja por medo de perder seu vinculo dependente ou até mesmo por vaidade com grande porcentagem de egoísmo!
Quem esta no topo da cadeia alimentar, não quer que seu mundo vire de cabeça para baixo. Não podem permitir que a ordem consagrada de tudo que conhece e o fazem ser mais ou menos contentes, possa mudar. Seja feita a escuridão como na idade média. Seja dadas as migalhas como fariam nas arenas romanas.

O importante é manter a ignorância, bombardear qualquer forma de individualismo e busca por conhecimento.O ego briga com egos alheios, e esse universo antropológico que involuiu esclarecidamente para dentro, em uma expansão introspectiva onde o que mais importa é o agora e o aparente conforto que se possui e a satisfação que isso dá a aquele órgão cinzento.
Que a informação seja propagada na velocidade da luz, ou captação da imagem dos olhos. Seja por livros ou por páginas da Internet.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget