sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

O paraíso e as 72 virgens.



Fico pensando...será que é o grande ato do suicida radical-islâmico é reverenciar Alá com sua conduta contra o império do mal?
Será que eles tiram sua vida em um ato "kamikaze" para purificar o mundo da presença do mal?

Talvez não... o que realmente impulsiona esse ato é a recompensa :
“E se deitarão sobre leitos incrustados com pedras preciosas, frente a frente, onde lhes servirão jovens de frescores imortais com taças e jarras cheias de vinho que não lhes provocará dores de cabeça nem intoxicação, e frutas de sua predileção, e carne das aves que desejarem. E deles serão as huris [virgens] de olhos escuros, castas como pérolas bem guardadas, em recompensa por tudo quanto houverem feito. (…) Sabei que criamos as huris para eles, e as fizemos virgens, companheiras amorosas para os justos.”
Alcorão, surata 56, versículos 12-40.



Na verdade , é a recompensa das "72 VIRGENS" , na verdade o alcorão não diz a quantidade , e nem ao mesmo seus dotes físicos que indicassem a beleza das jovens. Na verdade a quantidade das jovens foi repercutida por algum interprete perdido do alcorão , e mesmo assim , qual seria a visão de virgem que ele tiverá? Quiça uma fofinha de 120 kg indo-européia?


Seria um desespero do fiel seguidor do alcorão , encontrar no seu harém celestial 72 barangas virgens. Seria o paraíso ou inferno de Dante? 


Mas o pior de tudo , não é pelo amor a Alá , ou ter um mudo sem o "mal"...e sim , tudo em prol de seu pênis. Saciar suas vontades carnais com desejo de ser o primeiro de todas . O inesquecível , o memorável descabaceador de virgens.


A lá, pobre Alá , tiveram que recorrer a tantas virgens para cativar seus fiéis não?ha , pobre Alá...não se fazem fiéis como antigamente não?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget